E não é que o cheirinho de comida caseira inspirou uma Startup

Hoje no portal no Varejo a notícia de uma startup que teve uma idéia muito bacana, conectar pessoas que gostam de comida caseira a quem gosta de cozinhar comida caseira e quer tirar um troco com o serviço.

Sem dúvida foi uma idéia muito boa, afinal, nada melhor que aquele cheiro de comida caseira para abrir o apetite.

 

pequena empresa conecta consumidor ao prestador de serviço

 

  • Venda o cheiro do churrasco antes de vender a carne
  • Vai um centro de distribuição ai?
  • Não que eu queira falar nisso de novo, mas  …
  • Empreendedorismo salva e o Sebrae sabe disso.
  • Pamonha Gourmet

 

0:34 – Venda o cheiro do churrasco antes de vender a carne .

Até que viralizar o cheiro da comida através de um aplicativo, é bem difícil. Mas quem não tem essa lembrança bem ativa na memória ?

Talvez seja um dos poucos cheiros que não sai da cabeça da maioria dos brasileiros, e o melhor, quase sempre quando lembramos dele, sentimos uma sensação muito boa.

Não sei se foi isso que o pessoal da localchef pensou, mas achei uma idéia muito boa a deles.

Segundo o portal No Varejo, a idéia é o seguinte, você pega um grupo de pessoas que provavelmente estará com fome em algum momento do dia  ,mas que não aguentam mais comer comida fastfood, de restaurantes ou essas refeição industrializadas, e junta com um grupo de pessoas  que estão  dispostos a cozinhar uma refeição bem caseira com aquele cheiro de alho no arroz para vender por um preço justo para esse pessoal que está com uma baita vontade de comer;

Que idéia boa né ?

Mas para juntar todo mundo , ou seja a fome com a vontade de comer ( esse ditado aqui caiu como uma luva ) , essa idéia precisava da mãozinha de um grupo de empreendedores, que resolveram criar uma plataforma para fazer toda essa logística.

E Além de ajudar pessoas a terem uma melhor experiência no almoço, os empreendedores Simone Utiyama, Celso Misaki e Luiz Miazato estão ajudando a melhorar o comércio e a economia local.

A notícia ruim , é que eles estão atendendo apenas a região metropolitana de São Paulo.

 

1:43 – Vai um centro de distribuição ai ? 

E a logísitica mais uma vez por aqui como centro de uma grande ação de grandes empresas.

Ontem falamos de Amazon, que foi lá e pimba, comprou sua própria frota de avião, e hoje vamos falar de Cnova e Via Varejo que resolveram unissem forças para melhorar seu estoque, sua eficiência e principalmente sua logística nesse Brasil Continental.

Serão 27 centros de distribuição da Via Varejo e 4 Centro de Distribuição da Cnova a disposição dessa nova operação que resultará em uma economia ( expectativa ) de R$ 325 milhões até o fim desse ano.

2:21 – Não que eu queira falar disso de novo, mas tá em todo lugar

SERASA divulgou que o mês do varejo teve o pior resultado desde do ano de 2000.

Sem dúvida julho foi bem malcriado com os lojistas.

Mas repito novamente quanto mais próximo da retomada, mais as coisas apertam para o lado da gente, segura firme ai que novembro provavelmente ja vai ter uma melhora no mercado.

Mas isso não quer dizer que a retomada vai ser fácil e simples, quem quiser ser lojista e crescer seus negócios , a partir de agora terá que se preparar bastante para atender o novo estilo de cliente que está surgindo.

O cliente que adora  facebook, do whatsapp, do instagram, da NetFlix e do Pokemon GO.

Preparado para essa retomada ?

3:02 – Empreendedorismo Salva e o Sebrae sabe disso. 

SEBRAE mais uma vez acertou em cheio.

Em conjunto com CONARE (Conselho Nacional para os Refugiados ) o Sebrae ministrou conteúdo de empreendedorismo e deu orientações para que os refugiados melhorem seus negócios e prosperem no nosso país.

Segundo o site UOL , além de todo o treinamento , a ação criou a possibilidade dos refugiados de conversarem e terem acesso a capital de vária instituições financeiras.

4:01 – Pamonha, pamonha, pamonha geladinha.

Geladinha?

Isso mesmo.

Hoje navegando no site do PEGN – encontrei  um pessoal que está vendendo muita pamonha para o brasil e para o mundo.

São os empresários da Pamonha Gourmet

Eles fabricam certa de 20.000 pamonhas por mês, que tem validade de 1 ano.

E as vendem congeladas.

Sim, você pode comprar uma pamonha hoje e se deixar ela congelada, pode comer daqui 1 ano.

Coisa boa né.

E eu acredito que foi isso que possibilitou eles exportarem suas pamonhas para seis países e escalar todo o negócio.

São 3 sabores Doce ,Salgada e LIGHT.

Vai uma pamonha ai ?

 

 

Deixe uma resposta